Agradecimentos

Chegamos a 33.333 visualizações ❤
((Depois de tudo. Antes de enlouquecer))

Obrigada aos amigos que me incentivam, curtem e compartilham meus "escrevinhados"! 

Obrigada aos leitores, aos curiosos e até aos juízes informais que costumam acessar o blog da Barbara Ella! 

Vocês são demais!

video

Pátria corrupta

A corrupção é um mal social! Uma herança que desmascaramos nas atitudes. Uma cultura obscura que afeta a vida diária do POVO brasileiro ((que não é só vítima)).  Mas que se perde nas pequenas corrupções diárias, no desejo de tirar proveito e "dar um jeitinho" em tudo!
Ave, Karnal!  Eu não estou sozinha no meu pen(s)ar!

Assistam o vídeo:
https://youtu.be/VCnV2JlcOuA

(Barbara Ella vibrando um eco coerente

Só mais uma opinião sem valor

Eu não apóio discursos de ódio.

Em nenhuma esfera!

Falar mal de alguém que tem ideias diferentes, diminuindo a sua expressão, ou ainda, tentando enquadrar o outro num rótulo criado para desmerecer a sua representatividade é ser covarde demais para assumir que a responsabilidade é de todos!

São muitas decepções até aqui:

. Intelectuais falando mal da classe média como se ela fosse culpada de tudo.
((Enquanto ganham dinheiro vendendo livros e dando palestras para a classe média))

. Ídolos colocando palavras na boca e no coração das pessoas.
((Do alto de suas coberturas))

. Artistas se aproveitando da situação delicada do país para angariar fãs.
((Sem se importar com a realidade política ou com a arte))

. Mulheres desrespeitando outras mulheres e homens e crianças e religiosos em nome da liberdade.
((Presas em si mesmas, sem despertar para a coletividade))

. Homens que não admitem a força da mulher nesse planeta.
((Porque não compreendem a linguagem do amor))

. Pessoas que falam mal da religião alheia.
((Sem valorizar o exercício da fé))

. Alienação da juventude.
((Ninguém resolve a situação de um país sem leitura e trabalho duro))

. Gritar "Fora Temer" vorazmente.
(( Tentando tirar proveito de qualquer situação, se corrompendo e agindo de má fé com os semelhantes)).

Respeite para ser respeitado. Porque a maior idiotice do mundo é acreditar que existe uma só verdade!!

(Barbara Ella

A ilusão do tempo

Toda escolha é uma causa imediata.
O presente é um passo atrás e outro na frente.

Viver é feito amanhecer no passado e se recolher com a lua...
Tudo o que importa é ser com o outro nesse pequeno instante de luz!

((A pele morta se perde na estrada, mas o outro é a ponte que nos revela))

(Barbara Ella

Fragmentando

Às vezes um único texto pode ser analisado de várias formas. São as tais perspectivas que algumas pessoas alcançam com a prática constante da leitura.

Quando lemos algo e temos a sensação de que determinada parte corresponde a uma ideia particular recorrente, estamos fazendo associações com nossas próprias experiências.

Abaixo, um poema fragmentado. Os versos que seguem ecoaram mais forte no coração da autora...

Agradeço aos leitores que, fragmentando ou não algumas ideias, proporcionaram ao blog mais de trinta e três mil visualizações. Obrigada ❤

(Barbara Ella e seus quebra - cabeças

O Buda humano

Um homem abriu sua mente para pensar a humanidade. O Universo conspirou pra que ali se revolucionasse.

Desde então ilumina muitos caminhos com (or)ações quânticas de substâncias cósmicas.

E os seus versos ganharam espaço em seus passos. E os seus passos brilharam num espaço especial na luz dos corações dos outros...

(Barbara Ella, pensando Ikeda

Em mente trancada não entra luz

Não dá pra ter uma opinião sobre alguém que se viu menos de uma dúzia de vezes, por poucas horas, em poucas palavras, sem compreender o tom do seu olhar e do seu sorriso. Sem realizar com ela trocas verdadeiras.  Sem conhecer suas dores, medos e aflições.  Sem entender que gosto tem pra ela suas próprias alegrias, conquistas e vitórias.

Não dá pra ter uma opinião sobre alguém,  baseado no que disseram, baseado naquilo que você nem viu ou, por simples, ouviu dizer e desconhece as perspectivas do fato.

Não dá pra ter uma opinião sobre alguém em razão de uma falha, uma fala, um erro ou mesmo um acerto...

Afirmar qualquer coisa sobre alguém que você não visitou a alma é, no mínimo, imaturo demais...

(Barbara Ella

Banda de lá e cá

Sou de carne e de osso e de músculo e cérebro. Sou emoção.

Contraio e pulso e expulso o demérito. Imperfeição.

Sou mais carne que osso. Mais dente que saliva. Mais discurso que fascínio. Ilusão.

Sou defeito tosado. Amor descomplicado. Sou pecado e perdão.

Sou apenas mais uma pessoa que pensa e que dança. Que erra e descansa. Que grita e que reza pra ser melhor que fora antes de se amar de novo...

((Sou a rima pobre do horário nobre))

Sou só mais uma gente por hora consciente... Mas tem hora que não!

(Barbara Ella complicada e perfeitinha

Conto Psicorientalista

Duas pessoas conversavam sobre uma terceira pessoa. Elas criticavam sua conduta e afirmavam com veemência que as palavras usadas pela tal, eram palavras duras demais.

Com o passar das luas, os comentários foram sendo alimentados, e os "achares" encontraram abrigo num coro de vozes.
Apareceram opiniões e críticas de todos os lados! E o mais incrível é que as tais vozes pareciam amistosas aos ouvidos da semelhante imperfeita.

Resultado da intolerância: O mal  cometido pela terceira pessoa tornou-se ínfimo diante da maldade coletiva.

E foi assim que o Universo sincronizou os "dizeres" e "sentires", aliviando o fardo daquela que errou e não teve a chance de se redimir.

((Porque falar mal do outro em sua ausência, torna qualquer pessoa injusta e covarde))


(Barbara Ella acompanhando os ponteiros do relógio 



Desprendei-vos da sofrência

Porque discordei de dizeres e táticas, perdi atores e prejuízos inestimáveis à saúde...

Perdi um lugar na mesa dos brindes envenenados, uma atuação wikipédica inventada e um contato na agenda...

Quem sabe um rim numerado ou até qualquer glória da dor de prender palavras...?

Porque enderecei o juízo, corri da alegria que não existe no outro lado do abraço.

Só porque quis. Porque delatei o bouquet de clichês. Porque iluminei o plano de fundo da cena e me encontrei nos braços da liberdade que as palavras me trazem...

Só porque não fui aceita com meu grito e meu silêncio. Só porque não premeditei ser agraciada e assumi a consequência quântica de seguir por outra estrada...

Só porque me amo e me respeito, veja que beleza!

((Há vários sabores de rolos de letras desonradas, na esquerda e na direita))

(Barbara Ella sendo grata por toda situação que gera aprendizado

Ouro olímpico

Legado 

É o compasso do coração 

Batendo no peito do outro...


(Barbara Ella prestando uma homenagem sincera ao herói olímpico Stefan Henze

Poeira

Grata,
Saara,
Pela poeira
Nutrida,
Que alimenta a mata que respira

Una
Com a humanidade...

(Barbara Ella olhando com os olhos da Nasa

http://mundogeografico.com.br/nasa-2/

Para o alto e avante!

Barbara Ella convidando você a valorizar os pequenos detalhes da vida...

((A revolução começa lá dentro))