Metatarso

Escolho o ritmo. Ele é sólido.
Explico as metas plasmáticas e telúricas.
A veia pulsa. O mal expulsa.
É quando sigo os riscos de giz colorido que guardo nos olhos.
São curvas e vértices que deslocam meus passos para o lado de dentro.
É lá que tudo acontece.
(Barbara-Ella
Postar um comentário