Chove

É que esses olhos cheios de chuva descarregam minhas crenças.

Difícil sorrir quando o céu acordou soluçando de um sonho. E a imagem tão real do medo, tão perto...

Tudo o que eu queria era deslizar na salvação de ouvir,
em chão firme, que não me preocupasse.

Se eu deixasse, que silhueta teria a verdade?

(Barbara-Ella


Imagem: Arquivo particular Barbara-Ella 

Postar um comentário