Custódia


Quando o nosso sono deixou de se encontrar,
E seu corpo consentiu minha ausência, para fazer sua própria vontade,
Percebi que já havia passado da hora de deixá-lo ir...

É tolice achar que a solidão que me deixou sentir, não faria diferença.

(Barbara-Ella

Postar um comentário