Povo na tevê

No carnaval do "Simpatia"
Um bandido é liberado
Pelo povo dividido:
Querê-lo ou não linchado?!?

A tevê providencia o relato:
O bebê desacordado
Armado e procurado
Pelo estado é resguardado

((Mas)) ele foge.

Fadados à oração
Que salva da morte ingrata
Estamos prisioneiros
Em lotes de reincidências
Com menos de dezoito anos.

Quem ligará pro sofrimento do trabalhador violentado?

É carnaval... Tem álcool suficiente para deixar o ocorrido de lado.


(Barbara-Ella


Imagem alegre do bloco)

Postar um comentário