Enluarada

Descobri, no auge da minha flor,
Cestrum nocturnum,
Um caminho transmutado e claro.

O céu dos meus olhos 
Avistou outras paralelas,
Desmitificando as tais curvas do caos.

Uma luz néon escorreu minha face
Com som estrondoso de relâmpago
E eu vivi, dali em diante,
Fora de qualquer derrota.

(Barbara-Ella


Postar um comentário