Sapo, rã e perereca

3.7, sangue bão.
Desde os 16 na pista, na ralação.
Vivendo e aprendendo na humildade.  Sem perdão.

"Eu vim de lá, eu vim de lá, pequenininha". 

Aponta eu não!

Se me aprendesse saberia d'eu. Mas não...
Belfort na veia, meu irmão!

(Barbara-Ella


Postar um comentário