Sobre a transformação da vida

Entendo a saudade. Difícil lidar com a distância física. Com a imaterialidade. Mas insano é aquele que não aceita a Lei natural da vida e permanece sofrendo a morte, como se fosse ela um fracasso. Há vida na morte de um grande amor. Crescemos e aprendemos com as perdas. Nascemos para novas percepções e perspectivas. Cuide da saudade com amor. Não exija dor no desapego. Não se culpe e não vá contra os desígnios do Universo... Não se mantenha na ingratidão. Cante e abrace a vida que pulsa no seu coração... Seja feliz!

(Barbara-Ella

Amor, energia vital)



Postar um comentário