Para quem escolheu amar

Quantas vezes nossas emoções nos tiram  o chão? Quantas vezes dizemos o que deveria estar selado com a sabedoria do silêncio? Quantas vezes lamentamos pela vida que temos ou deixamos de exaltar quem realmente importa?

Apesar de serem essas, ações impulsivas e muitas vezes involuntárias, precisamos repensá -las a fim de elevarmos nossa vida à categoria de semeadores do Bem...

Devemos manter nossa atenção em expandir a luz que ilumina o caminho do outro. Na luz que nos transforma em seres responsáveis pela própria felicidade...

( Barbara Ella, pensando em acertar mais daqui pra frente

Postar um comentário